Receba dicas grátis!

Detector de fumaça x detector de calor: entenda qual a melhor opção

detector de fumaça

Detector de fumaça x detector de calor: entenda qual a melhor opção

Por mais clichê que pareça, o ditado está correto: “a melhor maneira de combater um incêndio é prevenindo”. Por isso, a instalação de detectores e alarmes “normativos e importantíssimo” na hora de definir ou elaborar um bom projeto. Sistemas de alarmes de incêndio ajudam a promover uma ação rápida em situações emergências e são obrigatórios em indústrias, residências e comércios.

Mas qual deles é a melhor opção para você e sua empresa? Este artigo explica e orienta o funcionamento de cada um deles. Aproveite a leitura e tire todas as suas dúvidas conosco!

O que é o detector de fumaça?

Os detectores de fumaça são aparelhos que tem a finalidade de monitorar o ambiente e atua o alarme caso haja presença de fumaça. Constituem a parte sensível da instalação de detecção automática de incêndio.

O detector de fumaça é um sensor que identifica a presença de fumaça no ambiente.

O que é o detector de calor?

Detectores de calor tem a finalidade de monitorar a temperatura do ambiente, e atua caso a temperatura ultrapasse o valor pré-estabelecido.

O detector de calor (termovelocimétrico) é um sensor que atua à temperatura de 56º, ou quando identifica uma variação maior que 8 graus em um minuto.

Como saber qual é a melhor opção?

Para decidir qual detector é a melhor opção, será necessário avaliar as condições do ambiente em que haverá a implementação do sistema. Para especificar o uso ideal de cada um é necessário conhecer o material contido no ambiente a ser monitorado.

Detectores de fumaça são normalmente utilizados em ambientes onde o princípio de incêndio já inicie com muita fumaça, por exemplo: industrias, comércios, edifícios comerciais e residenciais, hotéis.

Dispositivos de detecção de calor são normalmente utilizados em lugares onde o intenso calor e chamas altas podem ocorrer no princípio do incêndio, por exemplo, em áreas de armazenamento onde os combustíveis e produtos químicos inflamáveis são mantidos, cozinhas industriais, locais onde haja impossibilidade de usar o detector de fumaça.

É importante também verificar a procedência dos equipamentos, bem como confirmar sua eficiência. Por isso, entre em contato com uma empresa especializada neste segmento, de preferência, uma que ofereça certificação, garantia, suporte e, principalmente, atendimento no pós-venda.

E você. Conhecia todas essas diferenças? Aproveite para nos contar como foi a sua experiência!

Adicionar comentário