Receba dicas grátis!

Conheça todas as placas de sinalização de emergência

Os incêndios são sinistros que podem gerar vítimas fatais e deixar outras em estado crítico. Durante muito tempo, o Brasil não teve regulamentações específicas para prevenção e controle de incêndio. Com a multiplicação dos casos, contudo, medidas foram tomadas a fim de evitar outras tragédias.

As placas de sinalização são ferramentas usadas para orientar os usuários de um determinado espaço a seguir na direção certa e escapar do incêndio, caso o incidente venha a acontecer. Podem ser também placas de alerta.

Elas são confeccionadas em chapas de PVC que não propagam o fogo e resistem tanto ao sol quanto à chuva. São fotoluminescentes e seguem a Norma NPT 020 do Corpo de Bombeiros. Conheça todas as placas de sinalização de emergência!

A sinalização básica

As placas de sinalização básica são formadas por quatro grupos, conforme a função.

A sinalização de proibição

A finalidade dessas placas é impedir ações que possam levar ao início de um incêndio ou que possam agravá-lo se ele já estiver em curso. Elas têm o fundo branco com uma faixa circular e uma barra diametral na cor vermelha. O pictograma (desenho) é na cor preta.

As placas envolvem as seguinte proibições:

  • P1: proibido fumar;
  • P2: proibido produzir chama;
  • P3: proibido usar água para apagar o fogo;
  • P4: proibido usar o elevador em caso de incêndio;
  • P5: proibido obstruir este local.

A sinalização de alerta

Sua finalidade é fazer um alerta para materiais e áreas que apresentem potencial de risco. O fundo é amarelo com uma faixa triangular preta. O pictograma é preto. As placas envolvem os seguintes alertas:

  • A1: alerta geral;
  • A2: cuidado, risco de incêndio;
  • A3: cuidado, risco de explosão;
  • A4: cuidado, risco de corrosão;
  • A5: cuidado, risco de choque elétrico;
  • A6: cuidado, risco de radiação;
  • A7: cuidado, risco de exposição a produtos tóxicos.

A sinalização de orientação e salvamento

As placas de sinalização de emergência para orientação e salvamento têm a finalidade de mostrar as rotas de saída e as ações necessárias para alcançá-las. O fundo é verde em um formato retangular. O pictograma é fotoluminescente.

  • S1, S2, S3, S4, S5, S6 e S7 referem-se à saída de emergência;
  • S8, S9, S10 e S11 referem-se à escada de emergência;
  • S12, S13 e S14 também indicam a saída de emergência, mas S12 apresenta a mensagem “SAÍDA” por escrito, S13 apresenta, além da mensagem, pictograma e seta direcional e S14 apresenta a mensagem e o pictograma;
  • S15 e S16 referem-se à saída de emergência, mas funcionam como orientação também para cadeirantes;
  • S17 refere-se ao número do pavimento, constando, portanto, de algarismos fotoluminescentes sobre fundo verde em formato retangular ou quadrado;
  • S18, S19 e S20 são instruções para abertura da porta corta-fogo por barra antipânico;
  • S21 orienta o acesso à saída por meio de um dispositivo que abre uma porta de fuga.

A sinalização de equipamentos de combate e alarme

O objetivo dessas placas é mostrar a localização e os tipos dos equipamentos disponíveis para combater o incêndio. São 17 placas, a maioria com fundo vermelho e formato quadrado. O pictograma é fotoluminescente.

  • E1: alarme sonoro;
  • E2: alarme de incêndio;
  • E3: bomba de incêndio;
  • E4: telefone ou interfone de emergência;
  • E5: extintor de incêndio;
  • E6: mangotinho;
  • E7: abrigo de mangueira e hidrante;
  • E8: hidrante de incêndio;
  • E9: coleção de equipamentos de combate a incêndio;
  • E10: válvula de controle do sistema de chuveiros automáticos;
  • E11: extintor de incêndio tipo carreta;
  • E12: manta antichama;
  • E13, E14, E15 e E16: setas indicativas da localização dos equipamentos;
  • E17: sinalização de solo para extintores e hidrantes.

As placas de sinalização de emergência complementares

A sinalização complementar é formada por mensagens ou por faixas de cor, sendo aplicadas para:

  • indicação continuada de rotas de saída;
  • indicação de obstáculos e riscos de utilização de rotas de saída (pilares, vigas, arestas de saída);
  • mensagem escrita e específica acompanhando a sinalização básica, que se faz necessária a complementação do símbolo.

É importante conhecer as principais placas de sinalização de emergência a fim de aplicá-las corretamente nos projetos de segurança!

Saiba mais sobre a SkyFire, empresa que comercializa sistemas de detecção e alarme de incêndio, ao curtir sua página no Facebook.

Adicionar comentário